Sem Categoria

ANTROPOGAFICADO ‘i’

Mal comentei o importante texto do Rui Castro (escrito aqui com um antropofagicado ‘i’) recebo mais uma meia dúzia de textos na mesma toada…

O movimento delenda Brasil, ou ‘não vai ter copa’ para os íntimos, agora quer nos privar da possibilidade de nos orgulharmos ou discutirmos a semana de 22, sua importância, seu significado, sua abrangência, suas limitações…

Até o momento já li moderninhos de hoje nos avisando que ela foi sem significado e de pouco alcance, elitista, que é anacrônico falar nela e dela, que Oswald era confuso ideologicamente, que Mário chegou a fazer confissões e, incrível, Pagu era radical, uma espécie de má influência… Ou seja, moderno é achar que ela foi uma m…

Contemporâneo deverá ser re-significá-la (antropofagiquei o hífen e subverti a mesóclise?) , dando-lhe uma dimensão diminuta e desimportante, afinal brasileira, Claro, divulgando o feito como uma revelação, mais do que uma descoberta.

Radical é propagar que não merecemos, não podemos, sequer pensar que algum dia produzimos ou produziremos algo além de tintura vermelha, ouro bruto, flato de boi, ludopédios e outros assets inconfessáveis (mas populares na Europa).

Prá cima de muá, não, juvená. Eu tomei as três doses.

Sosseguem modernos contemporâneos. Não se esforcem. Não se exponham. O delenda Brasil está indo de vento em popa. Ao invés, tomem suco de caju verde sem açúcar, que é a água benta da cultura brasileira.

15Carlos Warchavchik, Carlos A. Ferreira Martins e outras 13 pessoas

10 comentários

Categorias:Sem Categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s