ESPIRITUALIDADE

Senhor, livrai-me dos crentes, amém!

Sim, livra-me de todo aquele que condena o homem ao inferno de fogo porque ele não se adequou as etiquetas da religião.

Livra-me de quem despreza o seu semelhante e se senta confortavelmente nos bancos da igreja para dar “glória a Deus”.

Afasta de mim os que usam a bíblia como regra de medição do outro, os que costuram o véu do templo e usam a Torá como régua para a vida.

Livrai-me, ó meu Pai, dos que proíbem o cigarro e tragam a alma de gente sofrida, dos que proíbem a bebida e acabam por beber, de um gole só, a desilusão dos famintos, dos que proíbem a dança de salão e se embalam nas rodas dos preconceituosos e julgadores.

Eu não quero viver esse tempo onde os homens pagam dízimos e negam esmolas, tomam a ceia e negam pão ao indigente, levantam as mãos no louvor e as encolhem ao necessitado.

Livra-me, Jesus, da arrogância dos que, com suas teologias, acham ter cadeira cativa no céu, faz-me andar em quebrantamento e com espírito contrito, tendo a misericórdia servida como prato principal no banquete de cada dia.

Acalma meu coração e me traz a tua paz, pois estou aflito olhando para o que sucede diante dos meus olhos, afasta de mim os santos que se santificam a si mesmos com seus ascetismos e rigores comportamentais, os que dizem “aleluia” no templo e fogem da calamidade do chão da dor humana.

Ouve-me Deus, não desprezes a minha agonia, pois os dias são maus e minha esperança está somente em ti, não tenho a quem recorrer…”

Amém!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s